Você Sabia?

Amigos,

Montamos uma séria do você Sabia, com curiosidades a respeito dos nossos melhores amigos, para acessar cliquem nos links abaixo e fiquem sabendo mais sobre os assuntos abordados.

Boa leitura!

vcSabiaPreto
VOCeSabiaEsporo
VOCESABIA_toxo
VOCESABIA_Vacina

VOCSABIA_FELV

Educar é preciso!

Porque todos têm direito à vida
Copyright © 2016 – Irmão Animal
contatos@irmaoanimal.com

Você sabia? Existe preconceito na pelagem

Que os pretinhos básicos, os cães ou gatos pretos não são tão frequentemente adotados como os cães com pelo de outras cores? Infelizmente estes peludos sofrem preconceito, e normalmente, são os últimos a serem escolhidos entre os animais que estão na fila para adoção.

vcSabiaPreto

​E por que isso acontece? Bom, não há uma razão racional para que um ser humano discrimine um cão – ou não queira adotá-lo – simplesmente pelo fato de ele ser preto.

Em estudos e pesquisas realizadas, existem pessoas que associam a pelagem preta a animais violentos. A ANDA informa que esses animais frequentemente são retratados pela mídia (em especial, a TV e o cinema) como agressivos ou maus, o que colabora para reforçar o preconceito (Fonte: ANDA). Além disso, há muitas crenças infundadas sobre azar e superstições na cultura popular.

Nenhuma das razões justifica o preconceito. Animais pretinhos são tão amáveis e queridos quanto o branco ou amarelo, podem ser tão dóceis como os outros peludos. No site Animais respeito, duas voluntárias têm seus pretinhos adoráveis! Conversando sobre o assunto na internet, descobrimos vários tutores que adoram cachorrinhos e gatinhos pretos e contribuem para acabar com o preconceito. Temos um post sobre o assunto: leia aqui.

Nunca é demais lembrar que há gente que usa animais para rituais. Irmão Animal efetou resgates em situações de gatos pretos serem oferecidos em oferendas, graças a Deus, chegamos a tempo e ele foi adotado!

Quem tem um pretinho amado?

Quem quer ter um Pretinho Básico e mudar esta realidade? Nossos candidatos para vencer o preconceito seguem abaixo:

 

​​

Você sabia? Esporotricose tem cura

VOCeSabiaEsporo

Você sabia, que a esporotricose ocorre com maior freqüência em pessoas que lidam com o solo e vegetais contaminados com o fungo Sporothrix schenckii?

Sabia que ela também é conhecida como a doença do jardineiro devido a isso?

O fungo, Sporothrix schenckii, é muito comum em áreas de clima úmido e temperado. Os profissionais que correm mais risco são os jardineiros, floristas, horticulturistas e agricultores, embora exista relato de pessoas que se contagiaram trabalhando em áreas de pouca higiene.

A esporotricose também pode surgir em animais que tenham contato com plantas infectadas com o fungo ou em brigas com outros animais já contaminados, por isso uma boa solução é castrar seu animalzinho para evitar saídas por fêmeas no cio e, conseqüentemente, evitar as brigas e proteger de doenças.

Adivinhar onde o fungo está instalado é impossível, daí o melhor a fazer é previnir, estar sempre com luvas ao entrar em contato com jardins, hortas, solos etc. Há algum tempo, esta doença também era conhecida como a “doença da roseira” devido à infecção por corte de espinhos das plantas contaminadas.

A esporotricose pode ser curada de maneira fácil, como qualquer outra doença,ninguém precisa ser sacrificado por conta dela. O sinal mais comum da doença é o surgimento de um caroço avermelhado, dolorido, que vira uma ferida que não cicatriza e aumenta em número e tamanho. Nos animais os sintomas são os mesmos, em algumas pessoas podem surgir inchaço, vermelhidão e dor nas juntas. O tratamento pode durar de dois a seis meses, numa pessoa que tenha defesa normal a cura é total.

Segundo a Drª Andréa Lambert, muitas espécies, incluindo cavalos, gatos, cães, animais silvestres e o próprio homem podem adquirir esta doença através de pequenos ferimentos no contato com plantas contaminadas e a infecção ocorre quando há inoculação do fungo no tecido subcutâneo por meio de pequenos traumatismos. Ainda para a doutora, não há nenhuma razão para que um animal infectado seja perseguido, maltratado e eutanasiado, pois a esporotricose tem cura e quanto mais rápido o tratamento, mais fácil é a recuperação do animalzinho.

A transmissão da doença dos animais para o ser humano não é aceita por todos os autores, assim como a transmissão de pessoa para pessoa também não o é por outros tantos, mas é necessário que se tenha o cuidado de tratar corretamente os animais infectados e o homem para que a doença não se alastre desnecessariamente.

Cuidados

Caso seu peludo esteja infectado:

• Procurar um veterinário imediatamente;

• Manter seu animalzinho isolado e dentro de casa;

• Manusear seu animalzinho sempre com luvas, desinfetando com água sanitária o local onde ele esteja;

• Não interromper o tratamento prescrito pelo veterinário até que o mesmo dê alta ao seu bichinho.

Quanto ao homem, se infectado, o caminho mais acertado é uma consulta a um dermatologista, que é o especialista indicado para diagnosticar as lesões que aparecem na pele. Como podem ver, a esporotricose não é motivo para sacrificar ninguém, caso contrário, não teríamos quem plantasse, colhesse, limpasse, construísse etc.

Higiene é a palavra-chave para que muitas zoonoses desapareçam do planeta. Povo limpo é povo desenvolvido e saudável. Exijam que seus municípios sejam tratados corretamente, afinal, os impostos que pagamos têm que servir ao povo e não servir para enriquecer prefeitos desonestos, a dengue que o diga!

Fontes:
Andréa de Jesus Lambert – médica veterinária CRMV-RJ 3123
Fátima Borges – Professora de Português e Teatro Infantil, Colunista, Artista Plástica e Poetisa.
http://www.unirio.br/ccbs/revista/cadbra2001/doen%E7a%20infecciosa.htm
http://www.sbdrj.org.br/epidemia_de_espo
http://www.floraisecia.com.br/detalhe_artigo.php?id_artigo=488
http://www.manualmerck.net/?id=211&cn=1787

Tutor Legal

Amigos,

A missão de ser um tutor legal , não é nada difícil, como não amar e não cuidar dos nosso filhos de pelos?

Procuramos sempre auxiliar e acompanhar de perto cada doação feita, então em caso de dúvida estamos prontos para ajudar você a se tornar o Tutor legal que que pet merece!